Disponíveis para  Animar  a Celebração Litúrgica

Sobre Nós | Grupo de Jovens El Shadday

Grupo de Jovens EL SHADDAY

O Grupo de Jovens EL SHADDAY (nome hebraico que significa “Deus Omnipotente”) surge da necessidade de implementar um novo espírito na Paróquia, mais dinâmico, mais expressivo, de uma maior proximidade e que permitisse uma caminhada prolongada a todos aqueles que, querendo participar no grupo, queriam dar continuidade e aprofundar todos os ensinamentos de fé adquiridos ao longo dos anos catequéticos.

Surge a 03 de Agosto de 2000 pelas mãos do cofundador do grupo, Gilberto Justiniano, com cerca de 10 elementos. Todos catequizandos do mesmo na preparação para o Sacramento da Confirmação. O grupo começou por partilhar a Palavra de Deus e o gosto pela música, participando e animando uma ou outra celebração da catequese. O grupo foi crescendo tanto em número de elementos como em atividades e foi assumindo um papel de maior participação e responsabilidade quer na Paróquia, na Vigararia e nas atividades destinadas aos jovens da Diocese do Porto.

Ao longo destes últimos 18 anos o grupo foi-se renovando, colmatando as saídas de alguns elementos com a entrada de novos elementos e hoje conta com 25 elementos de idades variáveis e com uma infinidade de atividades e responsabilidades acrescidas, sempre tuteladas pelo Pároco, Padre António Martins. Saliento dessas atividades as 24 Horas de Oração, as Vigílias e Encontros de Oração/Encontros com Deus, a Animação Eucarística (normalmente no 1º fim de semana litúrgico de cada mês), a animação Musical de Matrimónios, celebrações no Lar da Santa Casa, a Colaboração com a Obra Social Sílvia Cardoso com visitas constantes e todo o tipo de apoio solicitado, Participação em campanhas de solidariedade, a Organização da Procissão do Corpo de Deus, os Concertos de Oração, Feitura e Ornamentação de Velas, Terços e “Vitrais”, Tapetes de Flores e Serrim, Retiros,… e mais recentemente as atividades: Barraquinhas de comes e bebes, Concertos, Gravação do CD, Porco no espeto, entre outras. O Objetivo da angariação de fundos remete-se para as atividades do grupo, tendo o grupo já adquirido instrumentos, fardamento para todos os elementos e mobiliário com todo esse trabalho efetuado. Já peregrinou 3 vezes a Itália fruto do trabalho e da dedicação que têm nas atividades que realizam e no ano anterior, devido à necessidade monetária da Paróquia, realizou várias atividades gastronómicas com o objetivo de ajudar no pagamento das obras que foram efetuadas. Ao longo de um ano pastoral o grupo angariou e contribuiu com 9000€ para as obras e ainda tem contribuído no arranjo e embelezamento do Jardim da Igreja.

São 18 anos feitos de pessoas, mas sobretudo de momentos que queremos continuar a partilhar e a viver por muitos mais anos, abrindo as portas à comunidade e a todos que, unidos no mesmo Cristo, querem experienciar aquilo que vivemos e fazemos 2 vezes por semana, normalmente Sextas às 21h e Sábados às 16h30m. Queremos continuar a dar um pouco mais do que temos e a servir a Deus Omnipotente intra e extra muros da comunidade paroquial à qual pertencemos, Santa Eulália de Paços de Ferreira, queremos ser mais e melhores e procurar ser instrumentos de paz. Onde houver ódio, que possamos levar o amor; Onde houver ofensa, que possamos levar o perdão; Onde houver discórdia, que possamos levar a união; Onde houver dúvida, que possamos levar a fé; Onde houver erro, que possamos levar a verdade; Onde houver desespero, que possamos levar esperança; Onde houver tristeza, que possamos levar a alegria; Onde houver trevas, que possamos levar a luz. Procuremos em tudo, mais Consolar, que ser consolados; compreender, que ser compreendidos; amar, que ser amados. Pois, é dando que se recebe, é perdoando que se é perdoado, e é morrendo que se vive para a vida eterna.… e só assim, terminando com um verso do hino do grupo, «O Teu nome há-de ser sempre um nome de poder, EL SHADDAY»

O responsável do Grupo

Gilberto Justiniano

Explicação do Logótipo

As Cores – Roxo e Amarelo

As Cores – Branco e Amarelo

Cores do Vaticano, ao qual estamos intimamente ligados através do Sumo Pontífice;

As Cores – Branco

Representa o continente Europeu. Terra da raça branca e da presença do Papa, o grande mensageiro e missionário da paz. Simbolo da luz, tipificando a inocência e a pureza, a alegria e a glória;

As Cores – Roxo

Tempos litúrgicos de maior expressão na Igreja. Significa recolhimento, uma purificação da vida pela justiça e pela verdade, preparando os caminhos do Senhor. Significa também a penitência e conversão, o jejum e a oração, a espera por um grande acontecimento;

Os Símbolos – Couraça em forma de coração

É uma das armaduras e representa a Justiça. Assim como a função da couraça bélica é a protecção do corpo e muito particularmente do coração, aqui a couraça serve para blindar o nosso coração para o mal e impedir que a nossa mente se volte para si mesma. É a justiça de Deus pela justificação, todos sabemos que fomos justificados em Cristo. É a acção de Deus para que possamos ser agradáveis aos seus olhos e aprovados de acordo com seu padrão de justiça.É o pulsar da nossa vida!

Os Símbolos – Escudo

A palavra Fé, ao centro, forma o nosso escudo. O escudo, assim como a couraça, serve de protecção contra as intenções do mal, mas neste caso também permite uma ofensiva, um avanço como resposta, pois a Fé faz-nos actuar pelo bem. Se temos pensado na fé enquanto uma certeza que se realiza, podemos também dizer que, quando evangelizamos e as pessoas se convertem, estamos a actuar nesse sentido da fé e a impedir que o mal prolifere. A Fé é a base firme das coisas que esperamos e das coisas que não vemos. Só a acreditar no que a Palavra ...

Os Símbolos – Chaves cruzadas

Uma chave simboliza a abertura do mundo terreno, a realidade de cada dia, enquanto a outra é a abertura ao mundo transcendente, ultra-terreno. Estão cruzadas entre elas porque ao homem servem as duas chaves para construir a ligação entre o céu e a terra. É com elas que abrimos as portas do grupo a todos quantos queiram participar dele e que nos abrimos, no nosso íntimo, ao próximo;

Os Símbolos – Sandálias e Pegadas

As Sandálias que Deus nos deu representam a motivação para seguir proclamando a verdadeira paz que está disponível em Deus, e apenas Nele. Essas são as boas novas que todos precisam de ouvir e estamos disponíveis para caminhar, para levar essa verdade o mais longe possível. Estamos preparados, a qualquer momento, para irmos anunciar o evangelho da paz. Significam também todas as nossas peregrinações e as travessias no deserto quotidiano. Deus, omnipotente, é sempre o nosso caminho;

Os Símbolos – Espada

A espada é a nossa única arma de ataque. Existem momentos em que precisamos de tomar uma atitude ofensiva contra o mal. Quando somos tentados, precisamos confiar na verdade, que é a Verdade de Deus – A Sua Palavra. Assim sendo, a espada é a Palavra de Deus, é a nossa Bíblia. Significa também a Oração e a Música, que nos faz ter encontro e levar mais além a Palavra de Deus. “Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes.” Hebreus 4:12;

Os Símbolos – Pomba

Significa o Espírito Santo, a Paz, a Pureza, a Simplicidade, a Harmonia, a Esperança, a Felicidade reencontrada e o Perdão de Deus. Lembra a graça que Deus nos dá: a direcção, o rumo da nossa vida, e Ele vai sempre levar-nos até Jesus. Ele conhece o caminho, Ele dá o norte para a nossa vida. Devemos pedir e deixar que Ele nos dirija. É o Espírito que dá sabor à nossa vida, é dócil, manso, não invade e além disso, conhece-nos mais do que nós mesmos. É aquilo que o homem possui de imperecível e impalpável, é um princípio vital, ...

Os Símbolos – Rosto de Maria

Mãe da Igreja e nossa Mãe, simboliza a esperança, o amor e o consolo de quem busca a sua ajuda. Simboliza a Maternidade e com ela o cuidado e o afecto. Relembra-nos a nossa condição de Cristãos, a prioridade da nossa vida interior e a expressão da nossa Fé. Com Ela renovamo-nos nas fontes da alegria.